SOPERJ - Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro

Esqueci meu login ou senha

Imprimir

*PERGUNTAS & RESPOSTAS VACINAÇÃO CONTRA DENGUE

 

Autor: Autor: Dr Flávio Czernocha / GT Imunizações - SOPERJ

 

PERGUNTAS & RESPOSTAS VACINAÇÃO CONTRA  DENGUE

 

  1. EXISTE VACINA PARA DENGUE?

Sim, existe uma vacina licenciada, chamada Dengvaxia®. Trata-se de uma vacina de vírus vivos atenuados, visando à proteção contra os quatro sorotipos conhecidos da dengue (VD1; VD2, VD3 e VD4).

 

  1. A VACINA É EFICAZ? PROTEGE MESMO DA DENGUE?

A vacina tem eficácia de proteção estimada em 66% para evitar casos da doença e de 93% para evitar caos de dengue grave.

 

  1. QUEM DEVE SE VACINAR?

No momento, apenas indivíduos soropositivos para a dengue e que tenham entre 9 e 45 anos de idade têm tal indicação.

 

  1. O QUE SIGNIFICA SER SOROPOSITIVO PARA DENGUE?

Estima-se 70% da nossa população seja soropositiva para dengue, boa parte dela sem nunca ter tido a doença e, portanto sem saber. Exame laboratorial pode ser solicitado para definir se o indivíduo é ou não soropositivo, no entanto, infelizmente, dependendo do tempo que se passou desde a infecção ou mesmo a doença, o resultado pode ser falso-negativo, mesmo em quem já teve dengue.  Quem já teve dengue sorologicamente confirmada é considerado soropositivo e não precisa refazer sorologia.

 

  1. SE EU JÁ TIVE DENGUE, AINDA ASSIM POSSO OU DEVO ME VACINAR?

Sim. Os estudos demonstram ser uma vacina bem segura e com ótima eficácia nesse grupo da população. A vacina vai proteger de novas infecções, já que protege para os de quatro tipos de dengue.

 

  1. EXISTE ALGUM INTERVALO A SER RESPEITADO ENTRE A VACINA DA DENGUE E OUTRAS VACINAS?

 

Apesar de não haver a recomendação expressa e definitiva na literatura acerca do tema, sugere-se intervalo de um mês entre a vacina Dengue e qualquer outra vacina. No caso da  administração de outras vacinas atenuadas injetáveis (febre amarela, tríplice/tetra viral, varicela), caso não aplicadas no mesmo dia, o intervalo mínino de um mês é obrigatório.

 

 

  1. QUAIS SÃO AS CONTRAINDICAÇÕES ESPECÍFICAS PARA RECEBER ESSA VACINA?

 

A vacina dengue está contraindicada em mulheres que estejam amamentando; crianças menores de 9 anos; adultos com mais de 60 anos; pessoas que vivem com HIV; e pacientes imunodeficientes. Para pessoas com mais se 45 anos, no Brasil é considerada recomendação fora de bula e deve ser evitada. História de anafilaxia à dose anterior da vacina contraindica a continuidade do esquema de vacinação. Pessoas não previamente infectadas pelo vírus da dengue (soronegativas) também não devem receber a vacina. História de transfusão recente de hemoderivados é motivo para adiar a vacinação por pelo menos 3 a 11 meses, dependendo do tipo ou dose.

 

 

  1. A VACINA PROTEGE CONTRA OUTRAS DOENÇAS CAUSADAS PELO AEDES EGYPTI?

Não. A vacina dengue protege apenas para os quatro tipos de vírus dengue (D1, D2, D3 e D4).

 

  1. QUANTAS DOSES SÃO NECESSÁRIAS E QUAL É O INTERVALO ENTRE ELAS?

 

O esquema completo prevê três doses com intervalo de seis meses entre cada uma (0, 6, 12 meses). Esquemas de doses incompletos não conferem proteção adequada.

 

  1. PARA QUEM É SOROPOSITIVO PARA DENGUE E NÃO TEM CONDIÇÕES QUE A CONTRAINDIQUE, É UMA VACINA SEGURA?

 

Sim. A intensidade e a frequência de eventos adversos são baixas se comparadas com outras vacinas já bem estabelecidas no calendário habitual.

 

  1. PARA QUEM SE VACINA, QUAIS OS EVENTOS ADVERSOS ESPERADOS?

 

As reações são inespecíficas, sem diferir muito do que ocorre com outras vacinas. Há uma particularidade, por se tratar de uma vacina de vírus atenuados, que é a similaridade com alguns sintomas que ocorrem com a própria doença em questão, como mialgias, artralgias, cefaleia ou mesmo um exantema. Todos os eventos adversos observados tiveram desfecho não complicado.

 

Caminhos da ORL Caminhos da ORL

Mapa do Site

SOPERJ - R. Assembléia, 10 Sl. 1812, Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20011-901 - (21) 2531.3313

Genesis Network